domingo, 9 de novembro de 2008

É inevitavel...

Cada vez que entro aqui tenho que abrir um sorriso tal é a cromaria destas fotos aqui em cima :)
Mas por outro lado até sinto uma certa admiração pela minha pessoa e pela Maria. Não é qualquer uma que faz um template com as fotos mais horrorsas que já tiramos :S

Há pouco estava eu a estender roupa e começo a ouvir "vizinha, oh vizinha" olho para baixo e lá estava a minha sopeira favorita a estender roupa, a Maria :)
Mas como somos umas sopeiras muito à frente, enquanto estendiamos roupa não falavamos do tempo, nem coisas semsaboronas, falavamos de... postas pois claro. "oh mulher vou pra dentro que tenho frio, e tu vai postar". Eu como sou bem mandada cá estou.

Enquanto estendia a roupa reparei numa coisa muito interessante, um fogareiro no meio do nada, no largo para onde dão as nossas traseiras.
Muita confusão já houve a proposito deste largo. Quando para cá vim, o construtor disse-me que ali ia haver um parque para os miudos, e eu embalada no sonho romântico que estava a viver comecei a imaginar os meus filhos a brincar ali. Passados 6 anos de comprar a casa continua ali o mesmo matagal em forma de largo , trancado com pilares. Houve uma altura em que os pilares foram mandados abaixo por um ex-vizinho (e graças a Deus que é ex. e espero que nunca voltem), e então a vizinhança começou a usar aquele espaço para estacionar, já que não servia para mais nada.
Mas... há sempre dois ou três marretas que são contra tudo e todos, e lá conseguiram que a Câmara mandasse colocar os pilares novamente e nós ficamos mal de estacionamento de novo.
Desde então não é a primeira vez que vejo fogareiros no meio do largo. Não é que eu tenha alguma coisa contra a entremeada do vizinho mas irrita-me vêr os marretas quer tudo fizeram para fechar novamente o largo, a grelhar a entremeada alegremente. Há um que até leva uma mesa de apoio, e a mete mesmo à porta do prédio.

3 comentários:

Maria disse...

Zá esse da mesa de apoio, é o maior!!!! Até o saleiro ele leva para a rua, eu estou desconfiada que o gajo é o tal que trabalha na camara, porque enquanto houve estacionamento, não havia espaço para o arraial dele, é que o homem parece que está no parque de campismo!!!


(este comentário insere-se no espirito do blogue, mas é completamente verdadeiro, ele não só leva a mesa, como a mesa tem uma toalha azul e branca aos quadradinhos!!!)

L/M disse...

E vocês como apologistas do bom convivio entre vizinhança na altura da boa "febra" e da boa "custleta" toca a levar o pratinho e sentar-se ao pé do vizinho!!! É antes de servir chega para todos!
LOL

Lina.

dangerously in love disse...

Ólha esse espaço é pra mim..lembras-te? Levo o monte às costas para ai! hehe

beijocas...amei este blog